PUBLICIDADE
Terça-feira, dia 12 de Dezembro de 2017
SEJA BEM VINDO À RÁDIO MUCURI AM 1.320 - TEÓFILO OTONI/MG
NOTÍCIAS - Entretenimento
10/08/2015
Atchim! Não segure o espirro, ele é um mecanismo de defesa do corpo

Especialistas explicam porque espirramos e quais os benefícios para o organismo.

Muitas pessoas têm vergonha de espirrar e fazer muito barulho, mas, segundo José Mello Júnior, professor livre docente pela faculdade de medicina da USP (Universidade de São Paulo), chefe do grupo de alergia em otorrinolaringologia do Hospital das Clínicas, é essencial deixar o corpo eliminar as substâncias que estão irritando o nariz.

— O espirro na verdade é um mecanismo de defesa do organismo. Então ele dispõe de mecanismos para nos proteger quando respiramos alguma coisa que faria mal.

Mulher fica paralisada após espirrar

Segundo Júnior, o espirro é um ato reflexo, quando respiramos alguma coisa que irrita o nariz, espirramos para nos proteger. Além disso, outro mecanismo de defesa é a coriza, que vai lavar o nariz, removendo o que o impactou.

Segundo Júnior, o espirro é um ato reflexo, quando respiramos alguma coisa que irrita o nariz, espirramos para nos proteger. Além disso, outro mecanismo de defesa é a coriza, que vai lavar o nariz, removendo o que o impactou.

— Quando a gente respira, o ar vai batendo no nariz e a sujeira é retida. Quando ele filtra, isso irrita a mucosa. Por isso ele produz a secreção para lavar e espiramos para expulsar a substância.

Para Francine Pádua, doutora em otorrinolaringologia pela Faculdade de Medicina da USP e membro da ABORL (Associação Brasileira de Otorrinolaringologia), o espirro não só elimina substâncias que irritam o nariz, mas garante que as vias aéreas, principalmente o pulmão, não sejam atingidas por nenhum corpo estranho.

— Com o ar seco, acaba acumulando maior poluição. Estamos respirando um ar mais impuro, e essas impurezas ficam retidas na via aérea, que são capazes de iniciar algum processo inflamatório.

Inverno: hábitos simples ajudam a driblar gripes e resfriados